logo.png
  • Cardoso Júnior

Licorice Pizza – EUA- 2022


O nono longa-metragem de Paul Thomas Anderson, indicado ao #Oscar2022, nos leva para a agradável nostalgia dos deliciosos anos 1970, exibindo um primor de designer de produção da época – totalmente retrô- num mundo/tempo onde todos corriam freneticamente o tempo todo em busca de alcançar seus objetivos. Principalmente a juventude.


De forma interessante, (mais uma vez), Paul Thomas Anderson não segue ou cria um arco narrativo convencional optando claramente por uma coletânea de momentos, de cenas que nos transportam para aquele momento no tempo utilizando-se do “romance” entre os protagonistas como fio condutor, mas abrindo muitos espaços para uma gama de cenários que permitem aparições como as de Sean Penn e Bradley Cooper para compor a atmosfera bairrista e hollywoodiana da época.


#LicoricePizza, poderia, à primeira vista, ser mais um trabalho focando numa estória sobre amadurecimentos, mas Anderson evidentemente não quer e nem pretende tratar da questão da evolução de suas personas e sim, muito claramente sim, focar nas incertezas, alegrias e frustações do universo que nos apresenta.

A interpretações do par central são excelentes com destaque para Cooper Hoffman (filho do Philip Seymour Hoffman), a trilha sonora é deliciosa assim como toda a textura da obra. No entanto, o olhar comovente sobre a euforia da adolescência e a turbulência emocional dessa irrequieta geração podem parecer a olhos menos atentos um pano de fundo que ziguezagueia como seus personagens diminuindo a empatia / impacto no público.

Seja como for, é um trabalho que merece ser visto e até revisto por aqueles que conseguem ver além das entrelinhas.