top of page
logo.png
  • Cardoso Júnior

Agente Duplo – Chile -2020

Atualizado: 28 de dez. de 2020



Aclamado no Festival Sundance 2020, #ElAgenteTopo, que agora disputa uma vaga a Melhor Filme Estrangeiro no Oscar 2021, parte de uma premissa disparatada, misturando realidade com ficção com algumas pitadas de humor leve para, inicialmente lançar um olhar atento sobre abrangentes comportamentos sociais discretamente - e dolorosamente - apontados a partir de uma “investigação” policial num cenário inusitado: uma casa de repouso para idosos.

O documentário que se utiliza de uma denúncia hipotética para fazer uma inversão ótica, lamentavelmente concreta, traça um perfil da velhice no Chile trabalhando delicadamente e até poeticamente questões como amores na terceira idade, dificuldades com tecnologias, exclusão social e abandono familiar de pessoas cujo único pecado é tornarem-se “incômodas” e sem serventias para filhos e netos.


A cineasta Maite Alberdi, através de uma muito feliz ideia, documenta o que acontece por traz das câmeras, numa genial alternância de foco onde a denuncia é explicitada não pelas linhas do roteiro e sim pela narrativa em paralelo, prendendo o espectador com seu engenhoso mecanismo metalinguístico, registrando em tempo real ações que nos colocam numa posição de observadores passivos de intimidades de pessoas anônimas.

Trabalhando muito bem com interseções entre o farsesco e o tragicômico com uma montagem inovadora, #TheMole, escapa do formato usual de documentários levando-nos através da cordialidade pelo terreno avassalador da velhice assistida, provocando inúmeras reflexões sobre onde, como e por quem são perpetrados os maus-tratos que vitimam nossos idosos.





TRAILER




Ps1: Disponível desde 21/12/20 na Globo-play;

bottom of page