logo.png
  • Cardoso Júnior

Carrasco Americano- EUA -2019

Atualizado: 8 de Ago de 2020


Qual punição merece um juiz que condena à morte um inocente?

É com esse interessante argumento que o diretor-roteirista fulano propõe um estudo sobre crimes, o sistema judiciário, o voyeurismo e o julgamento coletivo/ condenação na e pela internet. Não há como negar a importância e a atualidade dessas questões.


E, para conduzi-las numa narrativa mais eletrizante e tentar alçá-lo a categoria de um Thriller, nada mais “natural” que adicionar um psicopata assassino com um jogo mortal e um grande e renomado ator do nível de Donald Sutherland para torná-la ainda mais impressionante principalmente com declarações que o sistema legal nada mais é que trabalho malfeito da polícia somado a necessária busca por bodes expiatórios e uma doentia necessidade de sentir que a justiça foi feita não importa como.


Infelizmente o roteiro cria um mistério que o espectador logo decifra , as surpresas não surpreendem e os cortes para as cenas de exterior não só quebram a atmosfera claustrofóbica muito bem criado no início como esvaziam o pico de tensão com personagens fracas, sem muito sentido, que vão ficando pelo meio da trama.

A parte válida e muito válida são os momentos onde Sutherland e um texto bastante expressivo, tenta com uma interpretação digna de seu talento, explicar a massa on-line os meandros da lei de forma compreensível em um embate argumentativo mais que respeitável.


No mais, #AmericanHangman com seu nível de obviedade perde a chance de aprofundar-se em pelo menos dois temas importantes, mas vale pra ver Sutherland sustentando toda a produção.

Para fãs do gênero recomendo buscar por: Sem Vestígios-2008 com a magnífica Diane Lane.


Ps1: Lançamento limitado em VOD

TRAILER

#Hollywood2019