logo.png
  • Fábio Ruiz

Um Amor Inesperado – Argentina – 2018

Atualizado: Ago 8


Após seu filho sair de casa para estudar na Espanha, Marcos e Ana, casados há vinte e cinco anos, acabam por se separar e partem em busca da felicidade sozinhos. O roteiro de Daniel Cúparo e Juan Vera quebra a linearidade e situa, incialmente, Marcos em uma biblioteca de onde rompe a quarta parede e apresenta o conflito principal, retornandoao passado para narrar os fatos que o puseram naquela situação, retomando esporadicamente à biblioteca para maiores contextualizações.


Apesar de bem realizada, a descontinuidade temporal acaba por desvelar o desfecho da narrativa, que se torna óbvio desde que o casal decide seguir seus caminhos separados. Entretanto, o desenvolvimento é substancial, conquanto um tanto longo, ilustrando conflitos relevantes e verossímeis tão comuns na atualidade, entre Ana e Marcos, e Lili e Edi, também um casal de longa data, e próximos aos protagonistas. A delicadeza e a assertividade situacionais, bem como dos diálogos, engrandecem a história que flui coesa, agigantada pelas interpretações de Ricardo Darín e Mercedes Morán, o Marcos e a Ana, que concedem humanidade tangível às personagens, ainda que, frequentemente, rompendo a quarta parede.


A direção de Juan Vera é muito boa, seus planos e distanciamentos favorecem os conflitos e situações, vide a impagável cena no bar entre Marcos e a ortodontista, mas, ocasionalmente, abusa da demonstrabilidade, como na cena entre Marcos e seu pai, onde o último narra uma passagem, que seria mais contundente caso o fizesse apenas sentado. Excelentes são a fotografia e a edição; ótima, a música inclui a canção de Wando, Fogo e Paixão; e o elenco coadjuvante é proficiente. Crônicas relevantes da atualidade conjugal apresenta #ElAmorMenosPensado, com justeza, bom humor e distinção, além das belíssimas atuações de Morán e Darín. Vale Assistir.


Em Cartaz. #AlphaFilmes #PandoraFilmes #Patagonik#KenyaFilms #UmAmorInesperado TRAILER

#Argentina #AméricadoSul #2019 #Análise