• Academia de Cinema

Cartel Land- EUA-2015.


O indicado a melhor documentário ao Oscar 2016, e um dos mais comentados, parte das premissas básicas de como se fazer um documentário: 1) O tema é de interesse mundial? 2) O tema está nas mídias? 3) O tema tem apelo relevante para o momento atual? Assim sendo, estabelecido tais parâmetros, eis um documentário chocante em todos os níveis. O primeiro impacto de choque será facilmente distinguido pelas tomadas muito próximas feitas pelo corajoso diretor que se expõe de corpo e alma a “filmar” as atrocidades “in loco” dos cartéis que aterrorizam as populações nas fronteira México – Estados Unidos, fazendo, ao mesmo tempo, um crítica dura ao governo Mexicano. “Terra de Cartéis”, irá te mostrar documentalmente, situações reais vistas apenas em rápidas matérias na TV ou roteirizados para o cinema como é o caso do ótimo “Sicário:Terra de ninguém”. Dividido em duas óticas: O ponto de vista e as ações de defesa armada das populações fartas dos abusos dos traficantes e a patrulha da fronteira do Arizona tentando impedir que o império dos narcotraficantes avance, peca na proposta dialética ao excluir uma narrativa linear e apostar nas declarações dos personagens como fio condutor. Com um material tão rico a ser explorado, com uma carga dramática tão forte, essa opção faz com que o foco central se dilua, por vezes e, a análise do gigantesco problema fique apenas na tangente unilateral. De qualquer maneira, a coragem da direção - os takes em situações limites- têm enormes méritos nessa denúncia ao mundo sobre as desumanidades e destruições de famílias inteiras que acontecem nessa região tão vigiada e abandonada do planeta.

TRAILER

#AméricadoNorte #Análise #Oscar2016

5 visualizações