logo.png
  • Fábio Ruiz

Xuan Ya Zhi Shang (Cliff Walkers)— China— 2021



#XuanYaZhiShang, representante da China ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, é uma peça de propaganda do partido comunista chinês, realizada em homenagem aos heróis da revolução. O roteiro, passado na ocupação japonesa no nordeste chinês, antes da Segunda Guerra Mundial, lembra filmes de espiões ocidentais, com direito a cenas de ação, suspense, e drama, para valorizar as agruras das protagonistas. O texto é muito bem escrito, pois segue os padrões ocidentais de narrativas, muito possivelmente, como uma peça de marketing internacional, mais do que doméstica, para normatizar e romantizar aqueles que lutaram pela ditadura do proletariado chinês no passado, sem qualquer referência ao presente, onde bilhões são submetidos aos mandos e desmandos do Partido Comunista Chinês, onde não há liberdades de expressão ou imprensa, onde a internet é controlada, entre outras idiossincrasias deste regime, logo, há de se assistir com senso crítico, com a certeza de que se trata de uma peça de propaganda política, nada mais.

A direção é excelente, especialmente nas cenas de ação, com sequências eletrizantes, mas também sabe poetizar o que precisa ser idealizado como mensagens de nobreza e dignidade, obviamente, daqueles que se sacrificaram para implantar a corrente ditadura no país. Os atores entregam interpretações diferenciadas, especialmente os cinco protagonistas, mas todo o elenco é ótimo. Fotografia, cenários, figurinos e edição são notáveis, e a música corrobora as mensagens políticas, valorizando os momentos mais dramáticos.


#CliffWalkers é um filme de propaganda, que visa diminuir a distância entre os ocidentais e a China, para tal, sua linguagem e apelos se aproximam daqueles comumente de filmes Hollywoodianos, para que incautos entrem na narrativa e se convençam de que a revolução chinesa foi algo louvável. Para aqueles que desejam ver a China usando linguagens do poente para se normalizar entre os seus cidadãos. Como ferramenta política é um filme muito bom, e vista a simpatia de Hollywood pela China, e a presença deste país na indústria de Hollywood, é um potencial candidato a uma indicação ao Oscar de melhor filme estrangeiro.