logo.png
  • Fábio Ruiz

The German Lesson – Alemanha – 2019



#Deutschstundese passa em uma das ilhas alemãs, durante a Segunda Guerra Mundial, mas sem grandes referências ao nazismo propriamente dito. Em uma pequena comunidade, um oficial de polícia é o encarregado da aplicação das ordens do continente, quando recebe a de proibição de pintar, entra em conflito com seu vizinho, pintor e padrinho de seu filho mais novo, com quem sua família mantinha relacionamento próximo. O texto então discorre sobre as consequências do cumprimento de ordens, sem critério, em ambiente inócuo onde essas poderiam facilmente serem relaxadas, em todos da comunidade, e, especialmente, na família do oficial, demonstrando a oscilação da força e da influência do autoritarismo sobre as pessoas, que sempre encontrará resistências, principalmente, quando restringir liberdades, especialmente, as de expressão.



A direção de Christian Schwochow, mais experiente na televisão, é, surpreendentemente, muito boa para sua pouca experiencia no cinema, com belíssimas tomadas, condução firme dos atores, e escolhas estéticas muito boas, especialmente nos quesitos artísticos. Ulrich Noethen, o oficial Jens, e Tobias Moretti, o pintor Max, são os destaques do elenco, mas o menino Levi Eisenblätter e jovem Tom Gronau, que interpretam a personagem Siggi, estão ótimos, bem como a jovem Maria Dragus, como Hilke. Fotografia, arte, música e edição são ótimas.



#TheGermanLessontraz uma visão diferenciada do nazismo e suas consequências em uma pequena comunidade alemã. Vale assistir.