logo.png
  • Cardoso Júnior

Magnatas do Crime- Reino Unido- 2020


Com roteiro e direção de Guy Ritchie (Aladdin) voltando ao universo dos gangsteres, gênero que o consagrou, #TheGentlemen, parte de premissa muito simples que vai rapidamente entrando num looping narrativo muito bem contextualizado que permite que o espectador capte as informações sobre a trama e se prenda ao desenvolvimento dela.


Usando um ótimo artifício de roteiro, a narração, (aqui arquitetada em diálogo) e usando e abusando da metalinguagem, Ritchie utiliza da ótica cinematográfica para transitar por vários estilos ( enquadramentos, zooms e peculiares ângulos) para fazer o seu "filme dentro do filme" enquanto alterna entre presente e passado sem perder o fio narrativo que segue fluido e muito bem climatizado pela trilha sonora.



Repleto de personagens muito peculiares ( e ótimo elenco) que aplicam o “time” cômico na hora e dosagem certa e, com um notável figurino, design de produção minimalista, primoroso nos detalhes e uma montagem ágil cheia de cortes rápidos,#MagnatasdoCrime, envolve na composição do conhecido jogo do gato e ratos, ainda oferecendo o toque cínico que embala algumas cenas de violência explícita.



Assim, Guy Ritchie dirige um roteiro que brinca com o público ludibriando-o com várias supostas verdades, consegue uma boa dosagem de originalidade na construção do todo e retoma sua assinatura cênica arrematando-a com muito requinte e um final...surpresa.

Eis um entretenimento bem feito!






Ps1: Disponível em VOD