top of page
logo.png
  • Foto do escritorCardoso Júnior

I’m Your Man - Alemanha- 2021



Recém saído do Festival de Berlin (só podia), esse conto sobre um mundo futuro, mas situado no presente, busca provocar reflexões sobre vários assuntos já bem explorados dentro do gênero: A diferença entre humanos e máquinas, o que nos faz humanos, nossas relações com as tecnologias e o quanto elas podem suprir nossas necessidades e carências uma vez que o ser humano, desde sempre, está em busca do parceiro (a) ideal para afastar a solidão.


#ImYourMan, não satisfeito em repetir temas já visitados em Blade Runner (1982), Ela (2013) e Ex Machina (2014), só para citar três exemplos, ainda insiste em repetir e transitar pelo o dicotômico paralelo entre humanos cada vez mais robotizados e maquinas que vão se humanizando seguindo numa alternância de gêneros que ora oscila entre comédia romântica com clichês do gênero, ora ficção científica, ora comédia de absurdos com pretensões filosóficas.


#IchbindeinMensch, cai na armadilha de repetir a questão dos humanoides para forçar questionamentos sobre a sociedade contemporânea, constrói algumas subtramas que ficam pelo caminho, apresentando em seus longos cento e cinco minutos enorme falta de criatividade para inserir seus interessantes personagens em um roteiro menos inconsistente.


O representante da Alemanha no Oscar 2022, busca de maneira simplória fazer perguntas sobre a sociedade atual, mas esquece de oferecer ao espectador qualquer resposta ou mesmo um ponto de vista autoral, concluindo num anticlímax retumbante.



Comments


bottom of page