logo.png
  • Fábio Ruiz

Empuxo – Australia – 2019

Atualizado: 10 de Ago de 2020



#Buoyancy, escrito e dirigido por Rodd Rathjen, trata da imigração ilegal, que escala para a escravidão em pesqueiros no sul da Ásia. Chakra, catorze anos, decide fugir de seu destino familiar, onde trabalha para seus pais, e, depois, trabalharia para seu irmão mais velho, apenas por comida e um teto, buscando uma oportunidade mais justa na Tailândia, mas acaba por se tornar escravo em um navio pesqueiro. O texto aborda com a devida distância a desumanização tanto dos senhores, quanto dos escravos, que precisam abrir mão de sua moral para sobreviverem, e narra o processo de enrijecimento, distanciamento e amadurecimento de Chakra em ambiente hostil, servindo como denúncia do trabalho escravo para uma indústria de seis bilhões de dólares por ano, e de métodos de tortura vis. Dentro do processo de desumanização, desconhece-se os nomes das personagens, excetuando, Kravaan, irmão mais velho de Chakra, que é o único nominalmente citado.


A direção de Rodd Rathjen é muito oportuna, e diversifica muito seus planos em um cenário limitado, um barco pesqueiro, e conduz muito bem os atores, que fazem um trabalho digno, especialmente o menino Sarm Heng, como o Chakra. A fotografia, ótima, é o quesito técnico mais apurado, mas música, edição e arte são muito boas.

#Empuxo, um filme retratando uma triste realidade no sul asiático, mas que sabemos transcender muito mais do que esses oceanos, levantando questões sobre tantas discussões acerca de escravidões já extintas, quando muitos, na atualidade, ainda são subjugados a vidas subumanas e cruéis. Vale muito assistir.




TRAILER