• Cardoso Júnior

As Loucuras de Rose – Reino Unido- 2019


Certamente você “já viu esse filme”, pois não há nada nele que já não tenha sido explorado a exaustão e por todos os ângulos. Essa já batida cantilena sobre o sonho versus dificuldades a serem superadas para atingi-lo, precisaria de algo muito, muito original para seduzir e, o roteiro quase convencional, não busca essa brecha. Será que ainda existe ?

Roteirizado por Nicole Taylor (Three Girls), esse musical com momentos dramáticos ou vice-versa, investe em “frases construtivas”, utiliza-se de situações inverossímeis (a imediata simpatia da patroa), aposta numa inversão forçada para criar uma representatividade negra, trabalha com o previsível o mais previsivelmente possível, chegando bem pertinho do piegas- brega.

Felizmente, para quem já estava embarcado, Jessie Bucley (Chernobyl), cativa com atuação poderosa, principalmente nos momentos musicais e nas cenas com a fortíssima Julie Walters (Mama Mia), onde alguma mensagem mais edificante pode se nos aparecer sem surpreender.

Por fim, #WildRose salva-se de um total naufrágio pelas interpretações e pela deliciosa trilha sonora, muito bem encaixada, leve e gostosa que te fará perdoar a lacrimosa resolução e cantarolar !

Ps1: Distribuído pela Diamond Films, em cartaz

Ps2: imagens exclusivas em: www.academiadecinema.net/

TRAILER

#ReinoUnido #Análise

0 visualização