logo.png
  • Cardoso Júnior

De Longe Te Observo – Venezuela – 2015.

Atualizado: Ago 17


Com um mais que condizente título em português, “Desde Allá”, vencedor do Leão de Ouro do Festival de Veneza 2015, trás, na proposta cênica da direção, a mais que perfeita sensação de colocar o expectador na condição de observador dos fatos.

A câmera, sempre na posição de espiã silenciosa, quase documental, muitas vezes na mão e em planos sequenciais, com algumas tomadas de nucas e pescoços, reforça a proposta de colocar a platéia na posição de "voyeur" da narrativa.

Algum planos desfocados e desenquadrados, também colaboram para criar a sensação de quem quer ver o que acontece, mas nem sempre consegue o melhor ângulo para o intento. Embora tal recurso não seja nada novo no cinema, funciona e é muito bem realizado.

A narrativa, que vai tomando ares de suspense, com apenas dois protagonistas, lida bem com a criação das desconfianças que vão gerando um aumento de desconforto e até inquietudes, passeia por subtramas de cunho sócio – emocionais, pelo jogo do poder e os jogos de interesses.

A questão homo- erótica- afetiva entre os protagonistas, funciona como plot central, inteligentemente desfalcada de grandes diálogos, mas enfraquece na medida em que não se aprofunda em nenhum tema, deixando inúmeras incongruências pelo caminho que jamais elucidam a intenção da direção.

Com um roteiro que se reafirma no tom realista, qualquer ser pensante irá se questionar sobre a validade das motivações / impulsos que movem as personagens e, muito dificilmente irá crer neles, pondo por terra toda a estrutura da trama.

Com um desfecho que se pretende fazer de inteligente ao deixar inúmeras portas abertas e, todos os mistérios no ar, “#DeLongeTeObservo” que tem a delicadeza de não se estender demais, se enquadra na categoria ame ou odeie e, mesmo com um Leão de Ouro a lhe referendar, é bom se certificar da quilatagem para não se decepcionar.

Obs 1: Infinitamente mais crível/ valioso é o Leão de Prata representado pelos quilates do “O Clã”. ( Comentado aqui).

Obs 2 :Aproveitamos para indicar, para amantes do gênero, o excepcional e pouco conhecido “Meninos do Oriente - França -2013" que já comentamos aqui e recomendamos muito, muito mais!

TRAILER

#AméricadoSul #Análise #Oscar2017