top of page
logo.png
  • Foto do escritorCardoso Júnior

Instinto Materno - EUA – 2024


Adaptado do livro da belga Barbara Abel, a produção se divide entre drama e thriller de suspense com a velha e mais que conhecida pegada “psicológica”, para tentar confundir o público. Ambientado nos anos 60, com baixo orçamento já que se passa praticamente no interior de duas casas vizinhas, o roteiro ameaça levantar questões interessantes sobre os papéis das mulheres na sociedade de então, mas prefere deixar de lado e investir no suspense clichê – por falta de elementos mais criativos e inovações nas reviravoltas - já que o “mistério” da trama é facilmente dedutível para um espectador mais experiente, eliminando logo a batida questão de mocinha x vilã.


Enfim, #MothersInstinct é um filme basicamente feito por mulheres (mães) que se esquece e apaga por completo o elemento “pais”, reduzindo-os a meros coadjuvantes com raras falas e participações na trama e que só é “interessante” e funciona reativamente bem pela dinâmica espetacular entre a simpática Anne Hathaway e a sempre magnífica Jessica Chastain, comprovando o fato que: escalando atrizes “desconhecidas” para os mesmos papéis, não passaria de um trabalho B.


Por fim, #InstintoMaterno é um mediano suspense psicológico fica apenas como um bom entretenimento para espectadores menos experientes que podem ser fisgados pelo conflito entre as duas protagonistas e pelo potencial dramático e pelo magnetismo palpável entre duas grandes atrizes.




Kommentarer


bottom of page