logo.png
  • Cardoso Júnior

Agora Estamos Sozinhos – EUA-2018

Atualizado: Ago 22


O vencedor do prêmio de Excelência do Júri no Festival de Sundance 2018 que acaba de entrar em cartaz nos cinemas brasileiros, adentra repleto de expectativas e recomendações: Tem Peter Dinklage, tem Elle Fanning, tem Reed Morano (responsável por Handmaid’s tale) e centra-se num mundo pós apocalíptico. Tudo certo para dar muito certo, não? Não, exatamente...

A proposta de retratar a confortadora solidão e rotina do último homem na terra até descobrir outra sobrevivente é tecnicamente primorosa principalmente no que concerne a estupenda fotografia e as mais que convincentes atuações de Dinklage e Fanning envolvidos por vários mistérios, vão, com certeza, encantando em seu primeiro e segundo ato, mas descarrila feio, muito feio, em sua conclusão perdendo a oportunidade de se tornar um indie muito intrigante.

Mesmo com a premissa do fim do mundo, algo já bastante explorada, o roteiro não oferece nenhuma explicação sobre a aniquilação global o que não seria nenhum grande problema, pois as imagens em tela são por demais expressivas e até assustadoras enquanto acompanhamos com interesse o processo de avaliação e entendimento dos dois sobreviventes e diálogos com algumas alegorias bastante interessantes até que, o roteiro resolve investir em “soluções” com o objetivo chocar o público descambando em um emaranhado de clichês que nem a potente e intrusiva trilha sonora consegue manter mais a emoção e, nem tão pouco, surpreender ninguém.

Assim, I Think We're Alone Now troca o caminho da inovação pelo convencional, frustrando todas as expectativas e configura-se apenas num sci fi banal que remete a inúmeros filmes do gênero. Que pena!

Para amantes do gênero recomendamos o espetacular "A Última Esperança da Terra" com Charlton Heston e "A Estrada" com o portentoso Viggo Mortensen!

TRAILER

#Sundance #Hollywood #AméricadoNorte