logo.png
  • Clayton Inacio

Pantera Negra – EUA- 2017

Atualizado: há 4 dias


É inegável o fato que hodiernamente o cinema tem sido consumido pelas produções comerciais consideradas Blockbusters, abafando assim, o alcance de obras primorosas a um número maior de espectadores, haja vista a enorme ocupação de salas de cinema por aqueles filmes que, em muitos casos, servem unicamente para entreter o público.

Não que cinema não seja entretenimento. Mas ele pode ir além de belos efeitos especiais, nos fazendo refletir, política e sociologicamente, entre tantos outros valores importantes, sob aspectos da nossa vida. E infelizmente, a maior parte das produções populares visam nada mais que o lucro, muitas vezes...ou quase todas, sem qualquer valor intelectual ou cultural.

Contudo é preciso reconhecer que, se uma dessas obras ultrapassa o intuito de apenas entreter, divertir, mas advertir sobre uma questão social relevante que persiste em subsistir na sociedade, seu mérito deve ser destacado.

E é justamente o que Black Panther se propõe a fazer, além de mostrar um universo magnífico e avançado como Wakanda. A cultura do local reflete muito a necessidade de se conservar e respeitar as matrizes africanas e sua cultura antropológica. O roteiro, escrito de forma brilhante, aborda questões como a desigualdade social, o racismo, a exploração econômica e escravagista e, mesmo sendo um filme de ‘super-herói’, essa premissa fica em segundo plano, quando protagonista e antagonista enfrentam-se em embates muito mais abrangentes que simplesmente o anseio de dominar o mundo (e acredite, essa não é a ideologia do vilão).

Sobre as questões técnica, a direção é bastante funcional, utilizando bons enquadramentos e giro de câmeras, a fotografia, cenografia e figurino casam perfeitamente, nos apresentando um universo bem original. Mas o mérito da obra está mesmo por conta do roteiro e do elenco, que, mesmo não apresentando atuações memoráveis, é bem competente e cada personagem funciona dentro de seu papel na trama.

Pantera Negra é um filme blockbuster sim, mas que foge da caixinha da Marvel, nos presenteando com um bom entretenimento, porém repleto de questões políticas atuais, tornando-se uma obra importante para o cinema.

TRAILER

#Análise #Hollywood

0 visualização