logo.png
  • Cardoso Júnior

BAAHUBALI 2: A CONCLUSÃO – ÍNDIA -2017

Atualizado: Ago 21


Lançado em Abril nos EUA, e após o gigantesco sucesso de bilheteria mundial de “Bahubali: o inicio”, (comentado aqui em 28-07-2016- use a ferramenta de busca), é um épico com um conjunto fílmico de tal magnitude que pode ser considerado não só o primeiro grande filme do ano, mas também como algo portentoso e magistral! Ok, você terá que deixar de lado a ...doutrinação do formato ocidental-hollywoodiano e abrir a cabeça para uma visão oriental do cinema e, se conseguir, estará diante de um trabalho nas raias do impressionante! Muito importante também (para a total compreensão da estória), ter assistido “o início” para acompanhar com mais propriedade essa fantástica conclusão, mas para mergulhar nessa fantasia de cores e sons vibrantes, é bastante recomendado o recurso de uma telona com um potente som para maior imersão em suas quase três horas de muita ação. O que distingue essa mega produção Indiana, esse conto de fadas para adultos dos atuais Avengers ocidentais? Tudo! Desde roteiro preciso e precioso com evidente pegada “épico-grega”, personagens com altíssima carga dramática-humana-emocional, diálogos afiadíssimos, o duelo entre virtude e erro e, claro, a inimaginável e inovadora qualidade artística do CGI. Com uma coreografia de ação deliciosa que põe por terra todas as lógicas das possibilidades, máquinas de guerra inovadoras e geniais, cenografia milimetricamente elaborada para a grandiosidade cênica, precisa nos detalhes mais ínfimos e a inserção do “coro grego”, como trilha sonora para os momentos mais suaves e ou cômicos do drama, Bahubali se diferencia e se distancia dos super-heróis ocidentais não por sua força física, mas por sua ingenuidade quase doce e ética inabalável. Por fim, mas não menos importante, essa estória de lutas por poder e vingança, ainda tem a delicadeza de não abusar / apelar para as cenas de brutalidade sanguinária diluindo-as com bom gosto estético configurando-se em um trabalho tão grandioso quanto divertido. Quanto à possível chegada nos circuitos nacionais (tão escravizados/ colonizados por produções americanizadas), ainda é tão lamentável como difícil prever, mas vale ver e se impressionar com a magnitude da sétima arte.

TRAILER




#Bollywood #analise #Análise