O Homem Ideal – Espanha – 2017

14 Sep 2019

 

 


Dirigido por Carlos Alberola, O homem Ideal, baseado em sua peça homônima, trata de relações conjugais, de amizade, e das dificuldades de um homem pouco atraente, mas, essencialmente, bom, em encontrar uma parceira.
 

 

O roteiro, também de Alberola, pouco aclimata o texto teatral ao suporte cinematográfico, mantendo características dessa arte. Encenado, basicamente, em uma locação, saindo desta em narrativas explicativas, em “voice overs” da personagem principal, Rubèn, retornando imediatamente ao seu apartamento onde a trama se desenvolve. O texto é muito bem escrito, sagaz, inteligente, bem-humorado e sensível, mas guarda característica de seu original, que são replicadas pela direção, não deixando dúvidas ao espectador ignorante da sua origem no teatro. Alberola chega a manter as pausas no texto onde eram observados risos na plateia. Apesar de manter idiossincrasias teatrais, a narrativa funciona, prende a atenção, e replica os risos nos espectadores.
 

 

A direção de Alberola é, surpreendente, muito boa, apesar de manter o ritmo, a movimentação cênica e outras características da Segunda Arte. Já as atuações, dele, de Cristina García, a Raquel, de Alfred Picó, o Jaume, e de Rebeca Valls, a Pilar e a melhor em cena, estão tons acima dos esperados cinematograficamente, e mais apropriadas ao palco. A cenografia e figurinos são excelentes. A música acentua a dinâmica teatral, e fotografia e edição são muito boas.

Um belo filme sobre as relações de amor e de amizade, com um texto afiadíssimo, que merecia, com certeza, uma montagem nos palcos brasileiros, e que vale muitíssimo assistir a adaptação cinematográfica de Alberola.

3 de Outubro nos cinemas.
#FênixDistribuidoraDeFilmes #FênixFilmes


 

 

 

TRAILER

 

 

Please reload

© 2018 por ACADEMIA DE CINEMA. Criado por Matheus Fonseca, todos os direitos reservados.

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram-v051916_200

CURTA-NOS NO FACEBOOK