A Câmera de Claire – Coréia do Sul – 2018

31 May 2018

 

J

Jeon Manhee está em Cannes à trabalho no festival de cinema, quando, inesperadamente, sua chefe, sem dar explicações, a dispensa, deflagrando a trama na qual Claire, uma professora e fotógrafa amadora se insere em diversas ocasiões imiscuindo-se nos conflitos correntes.

O roteiro de Sang-soo Hong, que também dirige o filme, é paradoxal, simples e complexo, lírico e racional, singular e comum, e apodera-se do tempo para aquiescer a hermenêutica do espectador, que da história se apropriará e uma nova, sua, particular e única, contará. Hong brinca com o tempo e o dissimula consentido diversos juízos que podem compreender um único festival ou diversos. Entremeada na cronologia percebida, seja essa qual for, a narrativa dos eventos que desvelarão os simples motivos que levaram Jeon a ser demitida.

 

A personagem Claire é mulntifacetada e monolítica simultaneamente e, junto com sua câmera, promove perceptíveis pequenas mudanças nas personagens ao seu redor selando outras direções aos seus destinos e estabelece relações de causa e efeito, em mais um jogo do tempo, onde o mundo rotaciona e cambia posições, quase como uma relação karmática. O estabelecer de tábulas, como o cão, o cujo tamanho é oportuno, presente em diversas cenas, todo figurino de Claire, em especial o seu casaco e câmera, e locações que se repetem, iluminam veredas no tabuleiro temporal que permitem-nos construir nexos cronológicos e dramatúrgicos.

 A direção é excelente e cria as singularidades cênicas necessárias para a concepção de percepções do tempo. O figurino coaduna perfeitamente com o roteiro e faz uso da repetição de vestimentas para também estipular ou embaralhar sequências. A fotografia é competente, a música é ótima e a edição, excelente, realizando cortes que enevoam ou esclarecem o fluxo temporal. Isabelle Huppert, excelente como sempre, confere

Uma simples história contada com a complexidade designada pelo próprio espectador é o que apresenta a Câmera de Claire, que permite a observação e a desconstrução de conflitos através do exame dilatado do tempo. Não perca.

PS: Em cartaz

 

 

TRAILER

 

 

Please reload

© 2018 por ACADEMIA DE CINEMA. Criado por Matheus Fonseca, todos os direitos reservados.

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram-v051916_200

CURTA-NOS NO FACEBOOK