logo.png
  • Cardoso Júnior

Você Morrerá aos 20 Anos – Sudão 2020


O Indicado do Sudão para concorrer a uma vaga no Oscar 2021, utiliza-se de rara e notável acuidade visual que aposta em fontes de luzes naturais contraponto ambientes internos e escurecidos para contar-nos uma fábula sobre superstições ainda vigentes em lugares mais distantes e, por isso, ainda desprovidos de informações.


Em seu primeiro filme, o diretor Amjad Abu Alala, adapta um conto sobre arraigadas superstições religiosas que ainda se encontram presentes no país e que submete uma pequena parte da população a uma obediência cega a profecias e crendices que escravizam e aniquilam famílias e vidas desde o nascimento tentando promover reflexões sobre essas existências atormentadas enquanto dependentes de vaticínios e maldições.

Focando sobre esses impactos na vida de uma criança e, posteriormente, na do jovem morador da pequena vila rural no interior do país, o roteiro leva-nos para um mundo de contrastes multicoloridos onde a crua e árida realidade do deserto com suas casas de tijolos e pátios de barro convivem com cenas próximas do onírico onde seres estranhos descem o Nilo envoltos em suas cantilenas milenares numa potente demonstração de um regime onde a fé desarrazoada é a maior forma de opressão de adultos e jovens.

Magnífico enquanto conjunto de belas imagens e cenários, e com elenco amador que impressiona com performances contritas, a narrativa simplista se esquece de adicionar motivações a todos os personagens e deixa vários elementos emocionais desconectados do conjunto tratando-as de maneira quase superficial em detrimento de uma estética visual impressionante.

A impressão que fica, além do desperdício temático, é que em #YouWillDieat 20, o novo diretor prefere que embarquemos no emocional captado pelo impressionante designer visual que propriamente contextualizar os vários conflitos internos de todas as personagens com palavras, reforçando a estória com inúmeros simbolismos, mesmo que algumas cenas nos pareçam soltas dentro da obra.

Assim, #VocêMorreráaos20Anos, que poderia ser um libelo contra a exploração da inocência pela fé, resulta com sua tocante dedicatória final às “Vitimas da revolução Sudanesa” em uma tocante declaração de amor e esperanças a todos aqueles que são sentenciados pela ignorância humana.





TRAILER