logo.png
  • Fábio Ruiz

Quarto 212 – França – 2019



O roteiro de #Chambre212, escrito por Christophe Honoré, é uma viagem pelo imaginário de Marie, quando deixa seu marido e se hospeda no quarto 212 no hotel em frente à sua casa, de onde pode acompanhar a movimentação em seu apartamento. O texto, apesar de difícil, mantém-se interessante enquanto remonta as histórias de Marie e Richard e pela psiquê da primeira, mas em algum momento abre leques em outras direções, envolvendo outras personagens, que minam seus atrativos e seu ritmo, já ditado pelo fluxo de pensamentos da protagonista, e pode parecer enfadonho para quem não admira o estilo narrativo.



A direção, também de Honoré, é muito boa, especialmente nas transições súbitas de ambientes e conjunturas que compõem o fluxo de pensamentos de Marie, e na condução dos atores. O elenco, encabeçado por Chiara Mastroianni, filha de Marcello com Catherine Deneuve, é ótimo, com maiores realces para Chiara, que levou o prêmio de melhor atriz de 2019 no Festival de Cannes, e Vincent Lacoste, que afirma-se cada vez mais na profissão. A fotografia, arte, música e edição são excelentes.


#OnAMagicalNight, um filme interessante, que pode não agradar aos expectadores mais desavisados ou àqueles pouco familiarizados com as narrativas de fluxos de pensamentos. Vale assistir.