logo.png
  • Cardoso Júnior

Os Lobos - México - 2019

Atualizado: 11 de Out de 2020


A temática imigração já foi e vem sendo assunto caro ao cinema mundial e esse vencedor do Prêmio da Mostra Geração Kplus do Festival de Berlim 2020 (produções sobre crianças), aborda o tema sob a ótica de duas crianças que se esforçam, dentro dos limites de suas ingenuidades, entender e aprender sobre a nova e cruel realidade estrangeira enquanto extrapolam enquanto extrapolam as fronteiras físicas de sua alcova através das fantasias infantis, misturando com muito tato dolorosas realidades sociais com o lúdico.

Ok que dito assim parece algo muito original, mas cinéfilos mais experimentados e veteranos inevitavelmente e imediatamente lembrarão de “Projeto Flórida-2017” com a idêntica ambientação nos pequenos apartamentos tipo motel onde se alugam quartos e inúmeras outras semelhanças com a obra anterior, a exceção da mudança de cidades, que todo a pretensão de ineditismo fica invariavelmente comprometida, incluindo a referência a Disney.


Isto posto, para quem não conhece a obra citada, há que se encantar com a naturalista e encantadora interpretação dos dois protagonistas mirins e não captar a sucessão dos clichês narrativos / repetitivos com exceção da parte original onde as artesanais sequências animadas dos desenho em giz buscam configurar de forma interessante a questão dos lobos ninjas em notório processo de adaptação.


Ainda assim, #LosLobos, com sua despretensão estética e rápidas pinceladas documentais bem como a inserção de igrejas evangélicas e de um gravador como ponte, é um trabalho sincero que se pouco inova, ao menos caminha acertadamente pela empatia fornecendo vislumbres de solidariedade.



TRAILER:




Ps1: disponível na HBO Max