logo.png
  • Cardoso Júnior

O Último Traje – Argentina - 2017

Atualizado: Set 7


Fugindo da família que quer interna-lo num asilo, um homem de 88 anos parte numa jornada de redenção partindo de Buenos Aires para Madri por via aérea, depois pega um trem para Paris, faz baldeação para, por fim, rumar para a Polônia, mas sem passar, de jeito nenhum, pela Alemanha. Como?

Com esse plot simplíssimo o roteirista e diretor Pablo Solarz, de forma muito honesta e bem humorada arrasta-nos invariavelmente junto com seu originalíssimo personagem por uma dificílima e improvável saga enquanto vamos descobrindo o drama de um judeu, sobrevivente de Auschwitz, em busca daquele que, há 70 anos, salvou-lhe a vida.

Com roteiro muito bem amarrado a ponto de provocar-nos total imersão na estória, acompanhamos com muitas expectativas e alguns sorrisos provocados pela tenacidade, astúcia e galanterias de nosso herói, ajudados pelo engenhoso artifício narrativo das interações com outros viajantes que ajuda a manter o pico de atenção enquanto muito bem encaixados flashbacks contextualizam, sem alterar o ritmo, a tenebrosa memória do Holocausto.

Com atuação incrível do veterano Miguel Angel Sola (Despido Procedente) e uma brilhante interseção de Ángela Molina (Carne Trêmula), #ElÚltimoTraje, mesmo com uma premissa aparentemente sentimental, opta pelo original e o inusitado comovendo com sua leveza até o mais duro dos corações.

Sem pieguices e altamente sensorial, #TheLastSuit,é uma fábula muito sóbria com diálogos pitorescos e com uma leve pegada do “Rei Lear” que, ao trafegar pelo naturalismo, configura-se num cinema de impacto fortalecendo as esperanças nos laços de amizade e na tão desacreditada bondade humana.

Vale cada minuto!




Ps1: Disponível em VOD