logo.png
  • Fábio Ruiz

Malígno – EUA – 2021



#Malignant, de James Wan, autor e diretor de Jogos Mortais, é mais um em sua série de filmes “B” muito bem sucedidos. Apesar da sequência inicial e das imagens veiculadas nos créditos entregarem muito do mistério da trama, de algumas inverosimilhanças tanto na proposição, quanto na resolução, e em alguns “sustos”, como o provocado pelo movimento da almofada do sofá, na cena do marido na sala, o roteiro se enquadra perfeitamente na proposta de um filme “B”, e consegue manter o interesse, entreter, e assustar, e ainda provê algumas reviravoltas surpreendentes.


A direção de James Wan é excelente nos enquadramentos, nos movimentos de câmera, no direcionamento da edição, que adiciona muito aos terrores, e extrai o máximo de atores sem nomes relevantes.

O elenco, também “B”, dá o melhor de si, e surpreende dentro da qualificação do filme. Os efeitos especiais, som e edição de som são excelentes para o tipo de produção, a música adiciona aos terrores, maquiagem e próteses caem dentro do padrão secundário, e a edição é ótima.


#Maligno, um filme de terror diferenciado, interessante e assustador que funciona muito bem dentro do que parece ser a sua proposta. Vale muito assistir.