logo.png
  • Fábio Ruiz

Estado de União - Reino Unido - 2019


#StateOfTheUnion, escrito por Nick Hornby de Um Grande Garoto e Uma Educação, é uma série de dez curta-metragens acerca de um casal, cujo casamento está em crise, em um bar, imediatamente antes de suas sessões com a terapeuta. O texto, brilhante, faz jus ao seu título e, em torno de dez minutos, constrói o estado da união de Tom e Louise entre sessões terapêuticas expondo sua evolução nessas, sem nunca as assistirmos. Apesar de alguns proselitismos políticos, como a oposição ferrenha, e um tanto exagerada, ao Brexit, inteligentemente introduzidos como motivo de brigas maritais, o roteiro elabora uma estória complexa com diversos personagens, todos conhecidos através dos diálogos do casal, amante, filhos, amigos com precisão, acidez, perspicácia e muita, mas muita, sensibilidade, desenhando um cenário que vivemos como casais ou que vemos em outros casais ao redor de todo o mundo.


O texto ainda tem a felicidade de ser interpretado por Rosamund Pike e Chris O‘Dowd, que, em atuações espetaculares, captam e transmitem todas as suas sutilezas, perspicácias e sensibilidades adicionando enorme valor ao produto, que perderia muito com atores minimamente menos capazes em seus lugares. O mesmo se pode dizer da direção do brilhante Stephen Freas, sem a qual a criatividade de enquadramentos, planos, movimentos de câmera e condução de atores seria demasiadamente comprometida. Critérios técnicos são, todos, excelentes, mas fotografia e arte se destacam, a primeira pela beleza que adicionam à delicadeza do texto, e a segunda por criar diferenciações sutis nas personagens acompanhando a passagem de tempo e de humor.


#EstadoDeUniao é uma obra de arte, resultado da união de grandes talentos em todas as áreas, com um excelente texto, atores excepcionais e uma direção incrível. Sugiro especial atenção ao movimento da câmera na saída repentina e retorno da personagem de Pike no início do episódio “Call The Midwife”, como excerto dessa excelência. Imperdível.