logo.png
  • Cardoso Júnior

As Viagens do Vento-Colômbia-2009

Atualizado: Set 7


Após assistir o último trabalho do cineasta colombiano, Ciro Guerra, "À Espera dos Bárbaros", e já tendo visitado os anteriores e comentado ambos, nada mais instigante que buscar conhecer o único que ainda não vira, seu segundo longa, principalmente por ter sido reconhecido e premiado no Festival de Cannes/2009.


Desde o início é possível constatar a existência de seu fascínio e interesse pelas culturas e tradições dos povos, nesse caso, através de um mergulho profundo pelas regiões mais magníficas e inóspitas da Colômbia, acompanhando seu protagonista seguido de seu aprendiz caminhando por gigantescas plantações, atravessando lagos, densas florestas, subindo montanhas nevadas onde, nem mesmo o deserto se lhe escapa de enquadramentos simetricamente belíssimos.

Assim, através deste inusitado “road movie” acompanhamos a jornada de nossos personagens por vilas e aldeias e choupanas impensadas, encontramos com toda a sorte de tipos característicos das regiões desde antagonistas de nosso protagonista a bruxos desafiantes e sábios ermitões, duelos de músicas e de facões formatando uma panorâmica cultural que caberia num documentário fosse essa a intenção.

Transitando pelo misticismo de todos esses povos ou grupos, Ciro trabalha com um plot sobre uma maldição a ser desfeita que da mote a saga da dupla de andarilhos levando-os, cada um a sua maneira, aos seus destinos ainda que os percalços no caminho sejam enormes.

Com atuações mais que naturalistas (ainda que nossos personagens não sejam carismáticos), #LosViajesDelViento peca um quase nada pelo ritmo lento, pelo tempo de tela, ainda que nos presenteie com cenas de um lirismo hipnotizante e a indelével assinatura do autor.





Ps1: Disponível em VOD e no youtube