logo.png
  • Fábio Ruiz

Armazenados – México – 2015



#Almacenadosencontra o Sr. Lino, funcionário de um armazém uma empresa há 39 anos, a cinco dias de sua aposentadoria, conhecendo o jovem Nin, que o substituirá em sua função a quem deve ensinar e passar a suas tarefas e responsabilidades, que aos poucos são reveladas e pouco relevantes, pois o texto trata de relações de trabalho, das diferentes visões de emprego, dever, autonomia, iniciativa entre dois homens entre os quais residem algumas décadas de diferença. O roteiro ainda carrega tons cômicos, enquanto aclimatiza Nin em sua nova função, e desaclimatiza o sr. Lin. E mostra a dependência do ser humano de trabalhos, que muitas vezes pouco agregam à sociedade e a si próprios, mas que mesmo assim tornam seus funcionários dependentes.



A direção de Jack Zagha Kababie é muito boa e imprime características teatrais, já que se tratam de apenas dois atores em um cenário praticamente vazio, e conduz os dois com mãos firmes. Os atores que interpretam o Sr.Lino e Nin, ótimos, concedem os tons de experiência e juventude adequados as respectivas personagens. Fotografia é muito boa, melhor nas internas do que nas externas, música, edição e arte são também simplistas como o texto e o cenário.



#Warehoused, traz uma relação dicotômica entre dois homens em momentos opostos da vida, mas que, por fim, igualmente, acabam engolidos pelas engrenagens da vida cotidiana e pelo mercado de trabalho. Vale assistir.