logo.png
  • Cardoso Júnior

A Canção dos Nomes - Canada - 2020

Atualizado: Ago 10



A produção da Sony Pictures Classics tenta construir um mistério em meio a temas como música, famílias judias e o genocídio, mas perde-se na configuração, nos incontáveis flashbacks, nas pedantes interpretações infantis que, ao chegar na resolução da trama a curiosidade ou mesmo o interesse do espectador há muito diluiu-se.


Ok que temos Tim Roth e Clive Owen como apelo comercial para essa adaptação literária, porém a direção de François Girard ("O Violino Vermelho"), ainda que resulte em boa reconstrução de época e figurinos, mostra-se engessada em função do roteiro genérico recheado de diálogos banais, vai cozinhando em fogo brando a narrativa em torno dos 35 anos de buscas, resultando em algo despido de reverberações emocionais.


Assim, #TheSongOfNames, da forma que nos é apresentado, fracassa na proposta de apresentar algo convincente ou realmente comovente descambando numa estória extensa contada sem nenhuma criatividade.


Ps1: Disponível em VOD


TRAILER