logo.png
  • Fábio Ruiz

As Viúvas – Inglaterra– 2018

Atualizado: há 3 dias


#AsViúvas de Steve McQueen, baseado na obra de Lynda La Plante, torna claro na primeira sequência que se trata do escrito de McQueen e Gillian Flynn, e não da adaptação fiel do livro ou da série de Lynda, apresentando uma história diferenciada em grande parte, mas que guarda em sua espinha dorsal semelhanças o suficiente para que o leitor ou o espectador de La Plante reconheça na tela o seu trabalho.

Dito isso, McQueen e Flynn trocam nomes e características de personagens, cenas, sequências, entre outros, construindo seu suspense com gradações políticas, no lugar da disputa territorial. A dimensão policial, e suas personagens, a menos de uma ou outra referência em diálogos é inexistente, aliviando o roteiro de um elemento que não conseguiria contemplar no tempo de projeção, mas também de conflitos e tensões importantes. Apesar liberdade poética, a narrativa é coesa e sólida, proporcionando, além das perspectivas emocionais das viúvas, um suspense interessante, que se constitui mais na preparação do golpe que precisavam planejar para quitar a dívida de Harry com Jamal Manning, apresentando diversos obstáculos a superar ao longo da exibição, prendendo a atenção do espectador à trama dos roteiristas.

A direção de Steve McQueen é, como sempre, diferenciada, mas o trabalho de construção das personagens junto aos atores impressiona. Viola Davis está excelente como Verônica, a Dolly de Lynda, desenvolvendo muito bem as tensões nos conflitos cênicos, além de estar belíssima com seu cabelo natural. Michelle Rodriguez, Elizabeth Debicki estão ótimas como as outras viúvas, Linda e Alice, a Shirley de Lynda, e Cynthia Erivo é uma grata surpresa como Belle. Colin Farrell tem atuação diferenciada, fugindo do estereótipo de sedutor. A idade de Robert Duvall impacta um pouco em seu trabalho, mas é impressionante um homem de sua idade atuando como o faz. Liam Neeson é o elo fraco do elenco, não lembro de grandes trabalhos seus após A Lista de Schindler e Kinsey – Vamos Falar de Sexo. O resto do elenco é competente. Fotografia, música, arte e edição são proeficientes.

Viúvas, o cativante suspense de McQueen, mostra que uma adaptação não requer fidelidade para ser interessante e muito boa. Vale conferir.

PS: Em cartaz.

TRAILER

#Inglaterra

0 visualização