logo.png
  • Cardoso Júnior

Viva: A Vida é uma Festa - EUA-2017

Atualizado: 18 de Ago de 2020


Ao criar uma estória totalmente nova partindo de um plot baseado em aspectos culturais de culturas diferentes da nossa, a Pixar traz e apresenta dentro de um contexto inovador a universalidade dos folclores do nosso mundo; seja deste, ou de outro mais... ”tenebroso” ou temerário. No entanto, essa junção entre o plano dos vivos e o plano dos mortos é tratada pelo roteiro de forma muito lúdica, extremamente colorida, musical, alegre e repleta de vida criando um perfeito equilíbrio entre as duas “realidades” da jornada do nosso pequeno herói sonhador de forma terna, aventureira, misteriosa e, claro, mágica. Ainda assim, com tantos méritos, infelizmente o enredo não se livra dos clichês de gênero e personagens, mas que não chegam a atrapalhar a estória por conta do incrível e já esperado apuro técnico com que nos é apresentada na riqueza e preciosismo dos detalhes. Estética e conceitualmente “Coco”, recorre a um designer de personagens inteligentemente articulados e até deslumbrantes em alguns momentos, ótima trilha sonora mais que pertinente ao seu contexto, deixando ainda uma bela mensagem sobre a necessidade da união das famílias, das tradições, do rompimento com os tabus e, do quanto somos seres imortais enquanto lembrados. Sim, “Coco” é uma festa para todas as idades! PS: Em cartaz!

TRAILER



#Oscar2018 #Análise