• J.C.J

Lady Macbeth – Inglaterra- 2017


Adaptado do romance russo “Lady Macbeth do distrito de Mtsenk”, que, obviamente tem inspiração na personagem de Shakespeare, essa visualmente requintada produção da BBC, explora de maneira bastante afiada a sociedade e os vários tipos de relacionamentos na Inglaterra do século XIX. Com foco principal no exercício de poder que o homem exercia sobre a mulher, chegando às raias da tirania, a ótima direção opta por expor o contexto dramático através de inúmeros quadros (cenas), que vão construindo na mente do expectador, com muita clareza, toda a gama de preconceitos de gênero e raça vigentes de forma tão seca e árida quanto angustiante. Esteticamente impecável no que tange a direção de arte, reconstituição de época minimalista e primorosa explicitadas em planos simétricos e contra planos belíssimos e, na fotografia de altos contrastes, Lady Macbeth, mesmo com atuações moderadas e algumas lacunas de continuidade narrativa, ainda assim, esse retrato repleto de sutilezas que compõem uma atmosfera avassaladora, merece ser visto com respeito e interesse apesar da adaptação ter preferido reduzir uma protagonista- personagem altamente complexa a uma rebelde social com sintomas de psicopatia. Embora os Blockbusters com grandes podere$ midiático$ certamente empurrem essa produção para salas menores, com toda certeza é um trabalho tecnicamente irrepreensível, repleto de méritos que suscitam inúmeras reflexões para quem gosta de pensar.

PS: Em cartaz.

TRAILER

#Europa #Análise

0 visualização