• Academia de Cinema

A Floresta Karadima – Chile – 2015


Partindo de uma abjeta história real sobre abuso de poder durante anos através da dominação psicológica de todo um grupo de jovens, de toda uma sociedade e de uma família, essa história que revoltou o Chile, e que continua impune nos dias atuais, merece ser vista pela sobriedade do roteiro.

Hollywood sempre produz trabalhos que alcançam maiores repercussões como foi o caso de “Spotlight”, retratando o que ocorreu em Bostom, mas em nada melhor ou mais contundente e pungente que “Forest of Karadima”, retratando o que aconteceu no Chile; tão desconhecido do grande público. Lamentável; realmente.

Com uma construção nada linear, que transita entre passado e presente, não olvida de conduzir-se claramente pelo princípio, meio e fim de um dos maiores escândalos da igreja Católica chilena ainda impune.

De forma inteligente, direção e roteiro optam por uma narrativa mais focada nos dramas interiores dos inocentes envolvidos por uma mente tão doentia que se aproxima de psicopatia ainda que na pele de um lobo considerado um nobre santinho e grande e benemérito pastor de ovelhas... para o abate.

Com ótima fotografia com tons claros e escuros e tendo a trilha sonora como coadjuvante na reverberação de vozes angelicais e, manutenção do tom solene na continuidade com inserção de momentos onde o silêncio grita muito mais alto, fica impossível não criar empatia com o jovem protagonista em seu longo processo de violação física e dominação mental.

Apresentando ótimo elenco e cenas memoráveis, essa história sobre um demônio demente vestindo batina, serve, quando pouco, para chamar nossa atenção para esse tipo de monstros que a sociedade endeusa e sustenta financeiramente para que continuem corrompendo, sem piedade alguma, tudo e todos que têm a infelicidade de cruzar seu caminho.

Forte, bem realizado, denunciatório e revoltante, A Floresta Karadima é um trabalho que a Igreja católica conseguiu abafar, mas que não só deve ser visto como recomendado e divulgado insistentemente por todo mundo e para todo mundo para alertar as pessoas que esse tipo de atrocidade pode estar acontecendo agora mesmo em sua cidade.

“Spoltlight” é nada, diante de Karadima.

TRAILER

#AméricadoSul #Análise

0 visualização