logo.png
  • Cardoso Júnior

O Centenário que Fugiu pela Janela e Desapareceu - Suécia- 2015

Atualizado: Ago 15


Partindo do argumento: “Nunca é tarde para começar de novo”, e seguindo por uma narrativa deliciosamente non sense, passeando por uma aventura quase épica repleta de um humor muito peculiar, com um ritmo de ação perfeito e atuações memoráveis, é da categoria dos filmes memoráveis que, infelizmente, nos passam despercebidos. Acompanhar o protagonista em sua viagem sem destino ao mesmo tempo em que seguimos grandes acontecimentos do século, é algo não só surpreendente, mas que gera um prazer tão genuíno que fica impossível não seguir atentamente e, com máximo prazer, este trabalho. A qualidade cinematográfica acompanha maravilhosamente bem o desenvolvimento do roteiro, amparada por diálogos peculiares que brincam com questões profundas das nossas vidas de uma forma tão inteligente, mas tão inteligente, que as sérias reflexões que nos chegam, vêm acompanhadas de um sorriso mais que prazeroso. Ainda que longo (um século não se conta em uma hora), “Hundraåringen som klev ut genom fönstret och försvann” é um refrigério Sueco merecedor de muitos aplausos, principalmente se comparado as atuais plastificações hollywoodianas.

TRAILER

#Europa #Análise #Oscar2016